Tempo ocioso das crianças é um problema mundial nos bairros pobres

Escola Bíblica de Férias

O tempo ocioso das crianças é um problema mundial. Hoje eu li uma reportagem sobre a criminalidade no México*. Mas poderia ser no Rio de Janeiro, São Paulo, Bolívia ou qualquer cidade do mundo. Uma das causas apontadas para o grande número de jovens se envolverem com coisas erradas é exatamente o tempo livre, como o repórter diz “sem nada para fazer”.

Vale lembrar que este é apenas um dos problemas, pois é uma série de fatores que de fato levam um jovem a se perder. Este problema do tempo ocioso das crianças em situação de risco é uma das coisas que tentamos combater aqui na Expedição Mochila.
Muitas crianças não têm nada para fazer quando não estão na escola. E com isso ficam nas ruas e daí vem muitos males. E nas férias a situação piora, a criança fica com tempo ocioso por todo o dia.

Escola Bíblica de Férias

Você pode fazer a diferença para as crianças no seu bairro. Organize uma escolinha de futebol, nós podemos te ajudar. Tenho certeza que aí no seu bairro tem uma quadra, praça ou campinho disponível e está cheio de crianças. Quer ajuda? Mande uma mensagem e vamos te presentear com um Manual passo a passo para se organizar e agitar algo para as crianças ai no seu bairro.

E-mail: contato@em.org.br
Mensagem pelo Facebook da EM: /ExpedicaoMochila
WhatsApp: 011989908190 ou +5511989908190

Até breve

Ricardo Silva Ricco

[*] Narcotráfico atrai jovens pobres de cidade mexicana: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/12/narcotrafico-atrai-jovens-pobres-de-cidade-mexicana.html

Juan, 8 anos

juan blog

O Juan está no orfanato desde o começo do ano e chegou por causa das constantes agressões na família. Ele teve uma lesão grave no olho direito.

Quando ele chegou no orfanato estava sem ir ao colégio por um ano e meio, ele nem sabia segurar um lápis direito em Janeiro. Agora em Junho podemos ver que está avançando bem na escola, tanto os estudos quanto o comportamento. Outro avanço importante é sua autoestima, quando voltou a ir à escola ele vivia com a mão sobre seu olho direito tentando esconder a cicatriz. Passando alguns meses ele foi aceitando e entendendo que pode viver bem com isto, e não esconde mais o olho. O Juan aprendeu a olhar as pessoas de frente com confiança e respeito. Isto é fruto do amor de Deus e de todos que cuidam dele no orfanato.

orfanato bolívia

Um amigo veio visitar no orfanato e resolveu enviar o Juan ao oftalmologista para ver se algo poderia ser feito em seu olho. Passamos pela consulta e infelizmente nada a fazer. O olho direito tem retina descolada, hérnia no globo ocular e atrofia. Uma cirurgia teria efeito estético, mas infelizmente ele não volta a ver com o olho direito devido as lesões permanentes.

Ele está bem! Evoluiu muito desde que chegou aqui. Hoje vive como uma criança normal, estuda, joga bola, anda de bike, participa dos estudos bíblicos (está aprendendo a ler e escrever). O orfanato é sua casa e família. Esta é a boa notícia, ele está bem cuidado na Casa Lar missionária na Bolívia.

Juan-bikeContinuem orando por ele, o grande ensino e desafio é mostra-lo como viver bem sem contar com a visão do olho direito. Ele pode seguir a vida normalmente na escola, em casa, com os amigos, e fazer tudo mais de uma criança de 8 anos. Temos que ajuda-lo a crer nisto e a fazer isto! Somos sua família. E nós contamos com você para dividir a responsabilidade do orfanato na Bolívia e ser a família do Juan também.

Valeu

Ricardo Silva
Coordenador EM
Missionário na Bolívia

Resgatando crianças dos presídios bolivianos

A Expedição Mochila nasceu para atuar com crianças em risco social. Nós começamos com projetos esportivos em comunidades carentes, levamos uma escola de futebol para o meio da rua na cracolândia em São Paulo. Depois começaram os mochilões para Bolívia a fim de visitar algumas igrejas e ajuda-las no trabalho com as crianças. E ainda temos o curso que ensina e incentiva os líderes cristãos a atuar mais, e melhor, com as crianças da igreja e do bairro.

Desde que vim a Bolívia o nosso trabalho ganhou outro projeto, descobrimos que crianças moravam nos presídios junto com os pais e decidimos fazer alguma coisa. Começamos cuidando destas crianças durante o dia, retirávamos do presídio pela manhã e devolvíamos a noite. Com isso conseguimos leva-las para a escola, médico e para atividades de lazer. Em Janeiro de 2013 começamos a Casa Lar na Bolívia e tiramos todas as crianças do presídio de Puerto Suarez. Agora elas não vivem mais lá e moram conosco.

Poucas pessoas sabem que na Bolívia existem mais de 3 mil crianças morando nos presídios. Na Bolívia a lei permite que a criança more no presídio com o pai e/ou mãe que foi preso. Além disto, as famílias são muito pobres para ficar com o filho de algum parente preso e quase não existem abrigos e orfanatos. Outra coisa que me preocupa é a maneira como a grande maioria dos bolivianos lidam com isso, tratando como normal ou um costume cultural aceitável, que crianças vivam na cadeia.

livreWilliam viva com os pais no presídio, hoje esta livre como a infância e juventude deve ser, ele mora conosco na Casa Lar EM na Bolívia

No presídio elas não tem nenhum direito da infância preservado e correm alto risco de violência física e psicológica. Nós trabalhamos para virar o jogo e resgatamos estas crianças dos presídios para um abrigo cristão missionário. Já começamos uma Casa Lar e temos visto resultado na vida das crianças que moram conosco e antes viviam no presídio. Na Casa Lar as crianças tem todo cuidado que a infância deve ter como saúde, educação, lazer e esporte, ambiente seguro e adequado.

O desafio é enorme e difícil, mas estamos animados para a caminhada pois cremos que Deus não nos chamou para o fácil. Um trabalho é tirar a criança do presídio, outro é tirar o presídio do coração e da cabeça da criança. E ai entra a Palavra de Deus, que limpa e renova o homem, transformando a cada dia, curando os traumas e medos, dando esperança e perspectiva de vida. Temos muito a fazer, precisamos de gente, de dinheiro, de ideias. Junte-se a nós a favor das crianças nos presídios bolivianos. Acesse aqui e nos avise que deseja ajudar!


Caso não veja o vídeo acima clique aqui

Até mais

Ricardo Silva – Ricco

*Este artigo é parte do Blog Action Day 2013, que tem como tema Direitos Humanos

DOE para a Casa Lar da Expedição Mochila na Bolívia

Casa Lar Expedição Mochila na Bolívia

Na Bolívia milhares de crianças vivem nos presídios, elas moram na cadeia junto com o pai e/ou a mãe. A Expedição Mochila começou um projeto na Bolívia para tirar as crianças do presídio, assim começamos a primeira Casa Lar da Expedição Mochila na Bolívia na cidade de Puerto Suarez.

Recentemente um secretário de governo da Bolívia declarou* sobre as crianças que vivem nos presídios: “Sabemos que es difícil separar a los padres de sus hijos, pero es importante preservar la salud física y mental de los menores que estan en la cárcel”. É com esta realidade que lidamos e lutamos.

Começamos a Casa Lar na Bolívia depois que eu visitei o presídio e vi crianças vivendo ali. Hoje, em Puerto Suarez, o presídio não tem nenhuma criança, tiramos todas dali. Isso só foi possível com a ajuda e colaboração de muitas pessoas. Temos que avançar, temos que manter a casa, temos que ir a outras cidades e esvaziar outros presídios com crianças vivendo com os pais presos.

Quando a sua oferta chega aqui, é você que está chegando, é você que está junto conosco. Muitas pessoas perguntam como podem ajudar, ofertar é mais que ajudar, é estar junto conosco neste projeto na Bolívia.

Sua oração nos mantem em pé e sua oferta paga as contas. Para DOAR online ou receber um boleto acesse http://www.em.org.br/doe. Para doar direto use a conta: Banco Bradesco, Agência 3103-8, Conta Corrente 9251-7, Associação Expedição Mochila – Servindo a Infância e a Juventude, CNPJ: 10.015.532/0001-56.

Valeu!!!!

Ricardo Silva – Ricco
Coordenador Expedição Mochila
Missionário na Bolívia

[*] Fonte: http://www.eldeber.com.bo/ninos-del-penal-de-palmasola-seran-trasladados-a-hogares-hasta-diciembre/130620132720

Mais um projeto Expedição Mochila na Bolívia. Quando a oração a favor das crianças é respondida!

Expedição Mochila Futebol kit esportivo e bíblico

Kit contendo material esportivo e bíblico (APEC)

O projeto Expedição Mochila Futebol capacita líderes e obreiros para alcançarem as crianças do bairro com uma escola de futebol e discipulado. Nós damos um treinamento de como fazer passo-a-passo e quando necessário entregamos um kit com material esportivo e bíblico. O projeto que se inicia fica conectado a uma rede da Expedição Mochila e vai recebendo estudos bíblicos para ministrar as crianças, além de trocar ideia com os outros projetos da rede para melhorar o trabalho.

Na Bolívia iniciamos mais um projeto. E este tem uma característica especial pelo local que será feito. Começamos uma base do Expedição Mochila Futebol dentro do presídio de Palmasola, em Santa Cruz de la Sierra, Bolívia. Ali moram mais de mil crianças junto com seu pai e/ou mãe que estão presos. Isso mesmo, as crianças moram e vivem dentro do presídio.

Dentro de Palmasola existe uma igreja organizada pelos próprios presos, tem um templo grande, pastor, obreiros, cultos, estudo bíblico e tudo que uma igreja deve ter. Até então não tinham nenhum projeto de evangelismo para crianças, foi ai que começamos o Expedição Mochila Futebol lá.

Deus responde as orações

No mês passado os irmãos começaram a orar para Deus enviar apoio e material para trabalhar com as crianças. E Deus respondeu! Eu não estava sabendo de nada e fui conhecer o presídio de Palmasola e ver as oportunidades de ministério com crianças ali. A única informação que eu tinha é que ali viviam mais de mil crianças, mas não sabia da igreja, dos irmãos e nem de mais nada.

Os irmãos oraram mais uma vez aquele dia pela manhã para Deus enviar apoio ao trabalho com crianças. Eu cheguei a tarde, conheci os líderes da igreja e líderes de crianças e falei sobre o desejo de apoiá-los para iniciarem uma escola de futebol e discipulado. Disse que poderíamos dar o kit com materiais esportivos e bíblicos e um treinamento. A alegria foi geral, louvamos a Deus juntos. E quando eles me contaram que estavam orando por isso, nos alegramos uma vez mais por saber que Deus estava agindo a favor das crianças ali, por amor do Seu nome e para cumprir a Sua Palavra.

Agora é orar para que tudo dê certo, estes primeiros dois meses será uma fase de adaptação e a ajustes. Ali é um local com suas peculiaridades que temos que respeitar e permitir as adaptações necessárias. É certo que teremos uma classe de futebol e estudo bíblico organizado para as crianças. São mais de mil crianças que moram lá, e nas férias este número dobra.

O kit que entregamos contém: camisetas esportivas, bolas, apito, bomba de ar, cartão vermelho e amarelo, pratos (cones), Evangecube, folhetos e livretos, duas histórias da APEC com 5 lições cada. Além disto enviaremos novos estudos bíblicos a cada dois meses.

A Expedição Mochila esta cumprindo o seu papel e contamos com sua oração e ofertas para continuarmos ajudando líderes de todo lugar a iniciar um trabalho para alcançar as crianças do bairro com o esporte e o Evangelho de Jesus Cristo.

Uma Bíblia e uma bola e ganharemos as crianças para Cristo!

Valeu e até mais

Ricardo Silva – Ricco
Coordenador EM e missionário na Bolívia